- Publicidade -
12.3 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Assassinos de árbitro são condenados em Poços

- Publicidade -
Assassinos de árbitro são condenados em Poços
divulgação

Nesta sexta-feira (5), aconteceu em Poços de Caldas o julgamento dos acusados de matar o árbitro de futebol Antônio José da Silva, o Zuza.

Guilherme Augusto Pedreiro e Wilian Barbosa foram levados a júri popular, que se iniciou às 8h e terminou às 20h30 no fórum local.

- Publicidade -

Guilherme Pedreiro foi condenado a 18 anos e 10 meses de reclusão em regime fechado por homicídio qualificado, pelo recurso que dificultou a defesa da vítima e por furto. Já Wilian foi condenado a 18 anos em regime fechado pelo homicídio qualificado, pelo recurso que dificultou a defesa da vítima.

A assistência de acusação foi realizada pelos advogados Lucas Flauzino e Marcelo Prezia. Os dois profissionais se manifestaram depois da conclusão das sentenças. “Atuamos em favor da família da vítima. A honra e a dignidade do Zuza foram preservada tendo em vista que a sociedade não reconheceu que o mesmo teria abusado de uma criança, sendo esta a suposta motivação pela qual o crime teria ocorrido. A justiça foi feita e a família agora tem paz para seguir em frente”, afirmou Flauzino.

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!