- Publicidade -
24.5 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Condenado homem que matou por não ter sido cumprimentado

- Publicidade -

Um homem foi condenado pela justiça de Varginha a 12 anos de reclusão por ter matado uma pessoa que se negou a cumprimentá-lo em 2020.

De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o réu foi denunciado por homicídio qualificado por motivo fútil, já que ele teria desferido golpe de canivete na vítima por ela ter se negado a cumprimentá-lo, em 6 de julho de 2020, na cidade de Varginha.

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

Além disso, segundo o MPMG, o acusado utilizou recurso que dificultou a defesa da vítima, uma vez que desferiu o golpe quando ela estava desarmada. De acordo com as investigações, o golpe foi próximo à região toráxica do homem, que não resistiu ao ferimento e morreu.

O condenado havia ainda tentado acertar a vítima outras vezes com o canivete, mas foi contido por terceiro.

- Publicidade -

A decisão é de 1a instância e cabe recurso. O MPMG já sinalizou que recorrerá da pena aplicada, diante da gravidade do crime, das condições de sua ocorrência e das circunstâncias judiciais.




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!