- Publicidade -
12.3 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Pesquisadores inventam pão que pode prevenir a asma

- Publicidade -
Pesquisadores inventam pão que pode prevenir a asma
Pesquisadora Ana Paula Carvalho durante o preparo do pão; parte da massa foi enriquecida com microcápsulas de S. cerevisiae UFMG A-905 (Foto: Ana Paula Carvalho)

Cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de asma, com uma prevalência que aumenta 50% de dez em dez anos, segundo um relatório do National Institutes of Health (NIH) sobre o peso global da doença. No Reino Unido, cerca de 8 em cada 100 pessoas têm asma, o que equivale a cerca de 5,4 milhões de pessoas, segundo a Asthma + Lung UK.

Essa doença respiratória resulta numa hiper-responsividade e inflamação da passagem das vias respiratórias. Os fatores desencadeantes são pouco conhecidos, mas pensa-se que muitos deles estão relacionados não só com alergénios e irritantes ambientais, como o pó ou o pelo dos gatos, mas também com a dieta e a microbiota intestinal. Cientistas brasileiros desenvolveram um pão com levedura prebiótica que pode ajudar a prevenir a asma.

- Publicidade -

O pão que produziram parece ajudar a prevenir a doença respiratória. Com base na sua formulação, apresentaram um pedido de patente no Brasil. A fórmula teve descrição em um artigo recente na revista Current Developments in Nutrition.

Entre os probióticos está a Saccharomyces cerevisiae UFMG A-905. Esta é uma estirpe de levedura de cerveja com propriedades probióticas que parece minimizar os sintomas de asma em ratos. Outros estudos mostraram que a S. cerevisiae UFMG A-905 viva pode ajudar a prevenir a asma, mas os cientistas queriam desenvolver um pão para aplicar o seu potencial de forma mais eficaz.

- Publicidade -

“O produto tem um potencial significativo”, afirma Marcos de Carvalho Borges, último autor do artigo e professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP). “O pão é um alimento natural, consumido por quase todas as pessoas, inclusive crianças. É de fácil distribuição e tem uma boa meia-vida na prateleira.”

Probióticos

Embora os probióticos possam ter ingestão através do kefir ou de alguns iogurtes, isso deixa de fora aqueles que são intolerantes à lactose ou alérgicos à proteína do leite. O pão fermentado naturalmente utilizando S. cerevisiae UFMG A-905 teve comparação com dois outros pães – um igual, mas com melhorias probióticas através de microcápsulas, e o outro feito com levedura comercial.

- Publicidade -

“Adicionamos levedura viva encapsulada para melhorar a viabilidade e a atividade dos probióticos à alta temperatura atingida durante o processo de cozedura”, disse Borges. São as microcápsulas que protegem os compostos bioativos e probióticos para melhorar a sua sobrevivência, estabilidade e biodisponibilidade. O pão com o melhoramento (fermento microencapsulado) pareceu ter reduzido a hiper-responsividade das vias aéreas e o biomarcador indicativo de asma.

“Verificamos que os dois tipos de pães fermentados com S. cerevisiae UFMG A-905 impediram o desenvolvimento da asma nos ratos, o que, em conjunto com os resultados de outras experiências, mostra que esta levedura tem efeitos altamente consistentes e parece realmente capaz de combater esta doença respiratória”, disse Borges.

Embora os estudos que demonstram o conceito tenham sido efetuados em ambiente laboratorial em ratos, será necessário realizar ensaios que envolvam seres humanos. Esse pode ser um processo moroso, mas os ensaios clínicos são o padrão de referência para as provas médicas. No entanto, é um desenvolvimento emocionante pensar que uma forma de alimento pode potencialmente um dia ajudar as pessoas com esta doença respiratória.

(Fonte: tempo.com. Referência da notícia: A Functional Bread Fermented with Saccharomyces cerevisiae UFMG A-905 Prevents Allergic Asthma in Mice. 10.1016/j.cdnut.2024.102142)

 

Outras notícias

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!