- Publicidade -
21.9 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Julho no Sudeste começa com frio, mas a tendência é tempo seco e pouca chuva

- Publicidade -
Julho no Sudeste começa com frio, mas a tendência é tempo seco e pouca chuva
imagem ilustrativa

O mês de julho vai começar na próxima segunda-feira e apesar da instalação do inverno, o Sudeste do Brasil vive um cenário bem diferente do que se espera nesta época do ano, principalmente quando se trata de temperaturas. Tem feito muito calor na região.

Nessa reta final de junho, já com preparação para a chegada do próximo mês, criou-se uma expectativa sobre possíveis mudanças no tempo com o avanço de frentes frias e massas de ar frio logo em seguida.

- Publicidade -

O potencial de chuva aumenta nos próximos dias no Sudeste, mas o volume esperado ainda é baixo. Quanto à massa de ar polar, o frio não vai avançar por toda a região de maneira significativa.

Apesar do aumento da nebulosidade ontem na faixa leste do Sudeste, mal houve registro de chuva entre São Paulo e Rio de Janeiro, muito menos em Minas Gerais. Tem mais condição de chuva no fim de semana com o avanço de outra frente fria, mas de novo são esperadas chuvas rápidas, irregulares e concentradas somente sobre áreas mais próximas ao litoral.

- Publicidade -

Como fica o clima em julho

Apesar da virada do mês animadora com a chegada de uma nova frente fria, as chuvas serão escassas, com baixos acumulados, e somente concentradas sobre o litoral, ou seja, o clima seco vai persistir sobre a maior parte do Sudeste. A dúvida que fica é se existe possibilidade de esse cenário mude ao longo do mês.

Apesar do avanço costeiro da frente fria, a segunda-feira, 1° de julho, ainda pode ser marcada por chuvas em partes do Sudeste. Isso porque instabilidades em níveis mais altos da atmosfera vindas do interior do continente, darão suporte a formação de nuvens carregadas.

- Publicidade -

Pode chover em boa parte do estado de São Paulo, com exceção do norte paulista ainda com menor chances para mudanças no tempo. Pode chover também entre o Rio de Janeiro, Espírito Santo, além do sul e leste de Minas Gerais. O oeste mineiro persiste com a estiagem como no norte paulista, áreas que seguem sob maior influência da massa de ar seco.

Apesar desse início até um pouco animador especialmente sobre áreas paulistas, o mês de julho tende a ter ainda por chuvas escassas, irregulares e com baixos acumulados. Insuficientes para repor uma umidade expressiva no ar, e insuficiente até para melhorar os índices de umidade relativa do ar.

(Fonte: tempo.com)

Outras notícias

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!