- Publicidade -
21.9 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Comunidade rural em Andradas recebe sistema simplificado de abastecimento de água

- Publicidade -
Comunidade rural em Andradas recebe sistema simplificado de abastecimento de água
Foto Semad

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), inaugurou, na última quarta-feira (19), mais um sistema simplificado de abastecimento de água em comunidades rurais. A comunidade beneficiada foi a de Gramínea, em Andradas. Com as obras, cerca de 500 habitantes terão benefícios diretos com o acesso à água potável de qualidade. O município teve seleção em 2020, por meio do edital de chamamento público 001/2020 para receber as obras de perfuração de poços tubulares profundos.

Termo de cooperação

Desse modo,por meio do termo de cooperação técnica entre a Semad e a Copasa, serão perfurados cem poços em diversas localidades do estado de Minas Gerais.O superintendente de água, esgoto e drenagem pluvial da Semad, Kleynner Jardim Lopes, explica que a ação visa estabelecer acesso permanente à água potável para a população local. “É de suma importância a realização de políticas públicas eficientes que garantam acesso à água de qualidade para consumo humano. Hoje, entregamos à comunidade local não somente acesso aos serviços de saneamento, mas também melhorias significativas na saúde pública”, disse. Para a prefeita de Andradas Margot Navarro Graziani Pioli, dessa maneira, as infraestruturas implantadas na localidade de Gramínea proporcionarão melhoras significativas na qualidade de vida da população local. “A comunidade vem há anos passando por problemas de acesso a água para consumo humano”, frisou.

- Publicidade -

Marco do saneamento

O município de Andradas tem uma população de cerca de 40 mil pessoas. Das quais 73,9% são atendidas por abastecimento de água, conforme dados do último panorama de abastecimento de água e esgotamento sanitário da Semad. O novo marco do saneamento prevê a universalização dos serviços de saneamento até 2033. Para garantir o acesso a 99% da população com acesso a água e 90% com coleta e tratamento de esgoto. “Portanto, investimentos em ações para ampliação e disponibilidade de água potável tornam-se essenciais para alcance das metas de universalização”, destaca Kleynner.

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!