- Publicidade -
24.1 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

The Boys: série retorna menos bizarra e mais novelesca

- Publicidade -
The Boys
Quarta temporada de The Boys está disponível no Prime Video (foto: divulgação)

A nova temporada de The Boys, série original do Prime Video, estreou na madrugada desta quarta-feira (13). Agora, os personagens, sejam ou não super-heróis, lidam com problemas pessoais e políticos, o que diminui a violência e as bizarrices que fizeram a série famosa.

Não que o sangue tenha desaparecido das cenas. As lutas continuam lá, gráficas e bem coreografadas, assim como aquela cena esquisita que tem o único intuito de chocar o público. Porém, a escalada de momentos estranhos e impactantes, que deu o tom das temporadas anteriores, agora abre espaço para os dramas pessoais.

- Publicidade -

Traumas do passado

Billy Butchcer (Karl Urban) e Capitão Pátria (Antony Starr) retomam a rivalidade, com ainda mais foco na tentativa de conquistar a confiança de Ryan (Cameron Crovetti). Enquanto isso, a dupla Kimiko (Karen Fukuhara) e Frenchy (Tomer Capone) lida com o passado, no qual um era algoz e a outra era vítima.

Os arcos dramáticos não param por aí. Hughie (Jack Quaid) precisa conciliar a luta contra o sistema com algo ainda mais complicado: a própria mãe.

Ainda há diversas outras pequenas histórias que abordam os dramas familiares e relacionamentos, mas estas provavelmente não devem receber tanto desenvolvimento pelos roteiristas. Como exemplo, A-Train (Jessie Usher) buscando o perdão da família e Leitinho (Laz Alonso) passando por cima de seus princípios para fazer a vontade da filha.

O roteiro acaba utilizando caminhos mais fáceis para que a história prossiga, afinal o que está em jogo não é o embate físico, mas a luta interna de cada um.

Extrema direita

The Boys
Sábia e Espoleta são destaque da nova temporada

Como pano de fundo para estas jornadas pessoais, The Boys mantém a sátira política. Novos personagens chegam, com seus poderes agora mais realistas e menos infantis.

Assim, o público é apresentado a Sábia (Susan Heyward), a pessoa mais inteligente do mundo, e Espoleta (Valorie Curry), cujo principal poder não são as fagulhas que emite, mas um dom importante neste cenário: a influência.

É no retrato social e político que a série fica assustadora. Enquanto tira sarro daquele tio do Zap que espalha fake news, The Boys também mostra cenários que fazem parte da realidade atual.

A obra jamais escondeu que seu antagonista, o Capitão Pátria, é inspirado em Adolf Hitler. Afinal, a ascensão da extrema direita à qual a série se refere é cíclica. Infelizmente, os discursos se repetem e os efeitos da desinformação também.

*João Araújo é jornalista, dramaturgo, documentarista, ator e palhaço.

Veja também
- Publicidade -
Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!