- Publicidade -
24.1 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Paulistas continuam sendo os turistas com mais frequência em Poços

- Publicidade -
Paulistas continuam sendo os turistas com mais frequência em Poços
Divulgação

A Secretaria de Turismo divulgou os resultados da pesquisa de demanda turística ao longo de 2023. O relatório procura criar e organizar um banco de dados sobre a demanda turística do município, apresentando os resultados de janeiro a novembro de 2023.
O levantamento teve questionários estruturados e padronizados, resultando em um estudo quantitativo com coleta de dados primários de uma amostra representativa. Os questionários foram aplicados no Centro de Informações Turísticas (CIT) e também disponibilizados online por meio de QR codes em hotéis e no CIT. Ao todo, foram coletadas 1165 respostas, com os maiores volumes nos meses de janeiro, junho e julho (134, 123 e 278 pesquisas, respectivamente).

Perfil dos turistas

O relatório destacou vários aspectos do perfil dos visitantes, incluindo procedência, idade, escolaridade, gênero, forma de viajar e renda, além de detalhes sobre a organização da viagem e a percepção dos turistas em relação ao destino.
Conforme os dados divulgados, 72% dos turistas vieram do estado de São Paulo, seguido por Minas Gerais (11%) e Rio de Janeiro (6%). Outros estados brasileiros, como Paraná (3%) e demais (6%), também foram representados, além de turistas vindos de outros países (1,5%).
A pesquisa revelou que a maioria dos turistas era mulheres (57%), com uma faixa etária com muita variação. A maioria (21%) dos respondentes tinha de 56 a 65 anos. Além disso, 43% dos turistas visitaram Poços de Caldas em casal, 42% em família e 8% com amigos.
Entre os motivos para a escolha de Poços de Caldas como destino, 31% dos turistas mencionaram os atrativos histórico-culturais, 23% os atrativos naturais, 21% buscavam descanso e tranquilidade e 15% foram atraídos pelas águas termais. Outros motivos incluíram trabalho/negócios, compras no comércio local e visita a parentes/amigos.

- Publicidade -

Permanência

Sobre o tempo de permanência, 55% dos turistas permaneceram na cidade por 1 a 3 dias, e 70% optaram por se hospedar em hotéis. Em relação aos gastos, 24% dos turistas relataram um investimento de R$ 401 a R$ 800, enquanto 18% gastaram entre R$ 801 a R$ 1600. Notavelmente, 68% dos entrevistados não consideraram outro destino, enquanto 28% consideraram outras opções.
A frequência das visitas mostrou que 62% dos turistas estavam visitando Poços de Caldas pela primeira vez, 22% já tinham visitado a cidade de 2 a 3 vezes, e 4% visitaram de 4 a 6 vezes. Na avaliação da infraestrutura, as informações turísticas receberam a melhor nota, com 9,6, enquanto os preços praticados obtiveram a pior avaliação, com 7,9.
Em termos de satisfação, 39% dos turistas afirmaram que suas expectativas foram plenamente atendidas, e 23% disseram que suas expectativas foram superadas.
Segundo o secretário de Turismo Israel Pereira, a pesquisa visa identificar o perfil do visitante, as características e a organização de suas viagens, além de fornecer dados que contribuam para o planejamento turístico da cidade. “Analisamos detalhadamente os dados coletados e implementamos melhorias nos setores necessários. As perspectivas de 2023 já mostram avanços significativos. Estamos orgulhosos em afirmar que 87% dos turistas expressam a intenção de retornar a Poços de Caldas, o que reforça nosso compromisso com a excelência e nos motiva a continuar aprimorando a experiência de nossos visitantes”, concluiu.

Confira a pesquisa aqui

- Publicidade -

 

Outras notícias

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!