- Publicidade -
8.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Oficina “Narrativas Ordinárias” é ministrada para mulheres da Casa Trilhar em Poços

- Publicidade -
Oficina “Narrativas Ordinárias” é ministrada para mulheres da Casa Trilhar em Poços
Brisa de Souza

Nesta quinta-feira (16), às 15h30, o projeto Margens, da escritora e jornalista Jéssica Balbino, recebe a escritora Brisa de Souza, de Paraty-RJ. Ela participa da oficina “Narrativas Ordinárias” para mulheres acolhidas na Casa Trilhar. A instituição de passagem oferece acolhimento em Poços de Caldas. A ação é aberta a todos os públicos.

A ação integra uma série de atividades que teve início em 2023, com apresentação de slam durante a Mostra Integrada de Artes (MIA), que é uma parceira da iniciativa. Houve homenagem aos 50 anos da cultura hip-hop, projeções literárias em eventos e praças públicas da cidade e, agora, oficinas também públicas e gratuitas.

- Publicidade -

O que é ordinário?

Durante o encontro, a autora Brisa de Souza vai abordar o tema “O que é ordinário?”. De acordo com ela, no dicionário, é algo que está em conformidade com o habitual, que se repete com regularidade, corriqueiro. “Por metáfora, ordinário é aquilo que não demonstra decência. Para a literatura, nada mais esplendoroso que o ordinário – seja pelo costumeiro, seja pela obscenidade. E essas narrativas moram nos detalhes dos dias, naquele fio de cabelo colado no box, na rachadura no fundo do prato, numa fofoca na fila do mercado, numa notícia de jornal”, discorre a escritora.

Para Jéssica Balbino, a escolha curatorial de convidar Brisa de Souza deve-se ao trabalho da artista, que flerta, o tempo todo, com o cotidiano ordinário, mas não menos interessante. “A obra da Brisa é robusta no sentido que dialoga com todo mundo a partir do que é comum, do dia a dia. Portanto, ela tem um olhar muito singular para estas questões e escolhemos fazer a oficina numa casa de passagem justamente para dialogar com mulheres que, num primeiro momento, estão sem vínculos estabelecidos. Isso para que entendam que a história delas também importa e que há beleza e poesia também no cotidiano, ainda que ele não seja lido como o ideal socialmente”, comenta.

É importante destacar ainda que além de uma oficina de escrita criativa, “Narrativas Ordinárias” tem por objetivo lembrar os participantes a elaborarem as ‘pequenezas’ do cotidiano e poetizá-las em extraordinário. É uma proposta de redesenhar o dia e o alarme de segunda-feira, os gozos, os traumas e os copos d’água.

Também integram o projeto o diretor de arte Paulo Tothy e a produtora cultural Chiara Carvalho. A ação tem patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura e possui parceria com a Carvalho Agência Cultural e Santhiago Hotel.

Oficina "Narrativas Ordinárias" é ministrada para mulheres da Casa Trilhar em Poços
Jéssica Balbino

Serviço

Oficina Narrativas Ordinárias
Dia 16 de maio, quinta-feira, às 15h30
Casa Trilhar, rua Coronel Virgílio Silva, 3320
Ingresso: gratuito
Aberto a todas as pessoas

 

Veja também
- Publicidade -
Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!