- Publicidade -
14.7 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Plantão do cartório eleitoral de Poços tem pouco movimento no final de semana

- Publicidade -
Plantão do cartório eleitoral de Poços tem pouco movimento no final de semana
Divulgação

O plantão realizado pela Justiça Eleitoral nesse último final de semana de abril (27 e 28) em Poços de Caldas não foi de muito movimento, com número abaixo do esperado. “Atendemos vários eleitores, mas a procura poderia ter sido maior”, diz o chefe da 350ª Zona Eleitoral Antônio Carlos de Sousa Pereira.

De acordo com ele, foram 122 atendimentos, entre revisões, transferências, biometria, primeiro alistamento, além de vários atendimentos que não geraram alteração no cadastro, mas apenas a título de consultas e esclarecimentos a eleitores.

- Publicidade -

“Este número é nas duas Zonas Eleitorais, que atendem de forma unificada na Central de Atendimento ao Eleitor de Poços de Caldas. Infelizmente, o eleitor não está aproveitando para colocar seus documentos em ordem e evitar filas no final do prazo. Poderíamos ter atendido o dobro”, pontua Pereira.

Plantão

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), entretanto, reforça que dia 8 de maio será o prazo final para as pessoas eleitoras solicitarem a emissão da primeira via do título (alistamento eleitoral), a revisão de seus dados, a transferência ou a regularização do título eleitoral e a realização da coleta biométrica, para quem pretende votar nas eleições de 2024.

- Publicidade -

Para tanto, o cartório eleitoral de Poços de Caldas continuará com horários especiais de atendimento. Segundo Pereira, até dia 8 de maio os horários serão: de segunda a sexta-feira das 10h às 18h e sábados, domingos e feriados das 9h às 18h.

Biometria

Para fazer o recadastramento biométrico, os eleitores devem apresentar documento oficial de identidade que comprove a nacionalidade brasileira e comprovante de endereço. São aceitos como documento a carteira de trabalho, carteira de identidade, carteiras emitidas por órgãos reguladores de profissão, certidão de nascimento ou de casamento. “Não são aceitos o novo passaporte e a carteira de habilitação, sendo que este último documento só não vale para quem nunca se alistou. Homens que vão fazer o alistamento eleitoral devem, portanto, apresentar também comprovante de quitação do serviço militar”.

- Publicidade -

Título de eleitor e outros serviços

Ainda de acordo com Pereira, para tirar o título, o eleitor deve apresentar documento de identidade com foto e comprovante de endereço (conta recente de luz, água, telefone). Homens entre 18 e 45 anos devem apresentar também comprovante de quitação do serviço militar. Para a transferência de domicílio eleitoral também exigem-se documento de identidade com foto, comprovante de residência há, no mínimo, três meses no novo endereço. E também título de eleitor, se ainda o possuir.

 

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!