- Publicidade -
8.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Programa Bombeiro nas Escolas tem atividades para todo o ano em Poços

- Publicidade -
Programa Bombeiro nas Escolas tem atividades para todo o ano em Poços
Divulgação

O Programa Bombeiro nas Escolas já teve início em Poços de Caldas em 2024 e, neste ano, vai contemplar todas as 25 unidades de ensino regulares da Rede Municipal até dezembro. A iniciativa do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) visa preparar alunos e professores sobre prevenção contra incêndio e pânico. E ainda as noções de primeiros socorros nas escolas.

Projeto

O projeto é voltado para crianças de 9 e 10 anos, matriculadas no 4º ano do Ensino Fundamental I. Objetiva difundir a cultura de prevenção de acidentes e desastres para as crianças em idade escolar. Além de professores e demais funcionários. A iniciativa também visa estimular o intercâmbio entre o público externo e o Corpo de Bombeiros Militar.
“Já iniciamos mais um ano de parceria com a equipe do Corpo de Bombeiros Militar. Até o final do ano, todas as escolas municipais receberão a iniciativa. Ela é, portanto, de grande relevância social porque atua de maneira preventiva. Também auxilia a evitar acidentes. Além de aproximar nossos alunos da corporação, que é uma das mais respeitadas no país”, destaca a coordenadora da Divisão de Projetos de Educação Complementar Letícia Borges.

- Publicidade -

Parceria

O projeto é uma parceria do Corpo de Bombeiros Militar com as secretarias de Educação de todo o Estado de Minas Gerais, que foi retomado em 2022. Ele visa as noções de primeiro socorros e de evacuação de locais de sinistro para que as crianças saibam buscar refúgio ou abrigo de acordo com a ocorrência.
“O projeto Bombeiro nas Escolas é uma iniciativa na instituição e os militares vão até as escolas com intuito de implementar nas crianças a cultura prevencionista, noções básicas de primeiros socorros, voltado ainda principalmente para acidentes domésticos e o papel da Defesa Civil dentro do município. As crianças aprendem também as diferenças entre todos os tridígitos de emergência e quando acionar cada órgão. Existe uma parte prática de simulação de evacuação em locais sinistrados, identificação de placas de sinalização de emergência. Além da importância da prevenção nas diversas situações do dia a dia”, informa o sargento Marcos Gleiber. Ele é integrante da equipe multidisciplinar no projeto Bombeiro nas Escolas.

Conteúdo

Para os alunos, o conteúdo tem três oficinas: prevenção de acidentes; incêndios e evacuação de emergência e comportamento em casos de incêndio. Os militares do Corpo de Bombeiros que são multiplicadores do projeto nas escolas passam por capacitação específica de forma que cada aluno participante seja capaz de reconhecer placas de sinalização próprias dos sistemas preventivos das edificações, como sair de forma segura de uma edificação em caso de incêndio e, principalmente, como se portar de forma a evitar acidentes.

- Publicidade -

 

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!