- Publicidade -
17.1 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Servidores deixam assembleia e protestam na porta da prefeitura

- Publicidade -

Servidores públicos municipais de Poços de Caldas deixaram, na tarde desta terça-feira (19), a assembleia para apresentação do Acordo Coletivo 2024/2025 em protesto. Cerca de 500 trabalhadores, segundo o sindicato, foram para a porta da prefeitura demonstrar insatisfação com a proposta do Executivo.

Servidores deixam assembleia e protestam na porta da prefeitura
Servidores insatisfeitos com a proposta fazem ato na porta da prefeitura

A assembleia, realizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Poços de Caldas (Sindserv), teve início às 11h30. Os servidores pleiteavam um reajuste salarial de 14%, vale-alimentação de R$ 850 e vale-refeição para todos os servidores no valor de R$ 58.

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

No entanto, a proposta da administração era de 5%, sendo sendo 4,62% de repasse da inflação e 0,38% de ganho real, válidos a partir de julho. A prefeitura propôs ainda o aumento de R$ 50 no vale-alimentação.

De acordo com a assessoria de imprensa do Sindserv, os participantes da assembleia não concordaram com a proposta, que seria a última, e decidiram protestar. Assim, o objetivo é conseguir uma nova oferta através de uma negociação com a diretoria.

- Publicidade -

Por conta das eleições municipais, o acordo coletivo demanda mais celeridade. Dessa forma, precisa ser enviado para a Câmara e aprovado antes do dia 04 de abril.

O acordo coletivo trata, além das questões financeiras, de melhorias nos cargos, condições de trabalho, logística e dia a dia dos servidores.




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!