- Publicidade -
14.7 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Psicólogo enfrenta audiência de instrução por acusações de homicídio

- Publicidade -

O psicólogo Ailton Sebastião Cobra Filho, de 40 anos, participou de audiência de instrução e julgamento na manhã desta terça-feira (19) dentro do processo em que é acusado de homicídio contra a esposa e tentativa de homicídio contra a filha de um ano.

Cobra está preso desde o dia do crime (fotos: Redes Sociais)

O caso chocou a comunidade local e trouxe à tona questões complexas sobre violência doméstica e abuso familiar.

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

Cobra participou da audiência por videoconferência, já que está preso em Uberlândia-MG, e foi acompanhado por seus advogados Karla Felisberto e Carlos Eduardo de Cássio Ramos. As acusações alegam que ele teria sido responsável pela morte de sua esposa, Tatiana de Lima Campana e por tentar matar sua filha durante um incidente ocorrido em sua residência em 9 de novembro do ano passado.

O caso corre em segredo de justiça e a audiência é a primeira fase do processo que pode levar o acusado ao tribunal do júri. Após isso, o juiz decide pela sentença de pronúncia ou impronúncia, que determina se ele será ou não julgado pelo plenário de júri.

- Publicidade -

O caso

Ailton foi preso 9 de novembro, suspeito de ter matado a esposa Tatiana de Lima Campana e ferir a filha de apenas um ano, no apartamento em que moravam no Jardim Quisisana.

A prisão preventiva dele foi mantida durante audiência de custódia e determinado que ele fosse encaminhado para uma unidade prisional fora de Poços de Caldas, uma vez que já foi funcionário do presídio local. A unidade designada foi Uberlândia.

- Advertisement -

 

 




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!