- Publicidade -
15.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Poços terá dois delegados na Conferência Nacional de Cultura

- Publicidade -
Delegados foram eleitos durante a conferência estadual, em Belo Horizonte (foto: Prefeitura de Poços de Caldas)

De 4 a 8 de março, será realizada em Brasília a 4ª Conferência Nacional de Cultura (CNC), com o tema “Democracia e Direito à Cultura”. O município de Poços de Caldas será representado no evento por dois delegados eleitos durante a 4ª Conferência Estadual de Cultura, que aconteceu em novembro, em Belo Horizonte.

O secretário municipal de Cultura de Poços de Caldas, Gustavo Dutra, vai representar o poder público, enquanto que o artista plástico Marcelo Abuchala foi eleito como representante da sociedade civil.

- Publicidade -

O evento vai reunir mais de 3 mil participantes de todo o Brasil no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, para debater políticas públicas culturais e definir orientações prioritárias para assegurar transversalidades nas ações do setor. As propostas aprovadas durante o evento vão embasar as diretrizes do novo Plano Nacional de Cultura (PNC), que nortearão a pasta na próxima década.

A 4ª CNC é realizada pelo Ministério da Cultura e pelo Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), e correalizada pela Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI). Além disso, conta com apoio da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil).

- Publicidade -

Os delegados têm direito a voz e voto nas plenárias da Conferência e vão definir as propostas prioritárias. Estão sendo esperados 1.199 delegados estaduais, a maior parte deles eleita durante as conferências regionais realizadas nos municípios, nos 26 estados e no Distrito Federal.

Nesta edição, serão debatidos seis eixos temáticos: Institucionalização, Marcos Legais e Sistema Nacional de Cultura (Eixo 1); Democratização do acesso à cultura e Participação Social (Eixo 2); Identidade, Patrimônio e Memória (Eixo 3); Diversidade Cultural e Transversalidades de Gênero, Raça e Acessibilidade na Política Cultural (Eixo 4); Economia Criativa, Trabalho, Renda e Sustentabilidade (Eixo 5); e Direito às Artes e Linguagens Digitais (Eixo 6).

- Publicidade -

O secretário municipal de Cultura, Gustavo Dutra, espera que, durante a conferência, os delegados recebam atualizações sobre temas relevantes da área, como o marco regulatório da Cultura e Política Nacional Aldir Blanc (PNAB), cujos recursos já se encontram em conta, aguardando as definições técnicas para investimento no ecossistema da cultura local.

“Temos a expectativa de sair de lá sabendo que a cultura será conduzida para um lugar melhor, valorizando o trabalhador da cultura, desenvolvendo políticas culturais realmente públicas e não partidárias. Nós temos conversado muito em grupos, temos muito o que falar e a experiência será muito intensa. De lá, vai sair o que vamos entender como cultura pelos próximos dez anos”, ressalta o artista plástico Marcelo Abuchala, representante da sociedade civil.

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!