- Publicidade -
14.7 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

POBRES CRIATURAS | O que você faria se não conhecesse a polidez social?

- Publicidade -

O diretor Yorgos Lanthimos atinge o ápice da esquisitice em “Pobres Criaturas”, longa-metragem lançado recentemente nos cinemas brasileiros. Capitaneada pela atriz Emma Stone em uma performance refinada, a obra provoca muitas perguntas, mas engana-se quem pensa que o filme não oferece respostas. 

Enquanto a protagonista Bella Baxter se desenvolve em um mundo ao mesmo tempo retrô e futurista, o público se questiona sobre o propósito das convenções sociais. Afinal, por que mastigar e engolir forçosamente uma comida asquerosa? 

- Publicidade -

Bella, uma criança em corpo adulto, aos poucos evolui, aprimora, conhece e desfruta. Em cada cena, um pequeno avanço. Em cada ato a personagem se transforma de forma rápida, porém discreta. Ela conhece intensamente o que entendemos como felicidade, sexualidade, tristeza, vontade de viver ou de morrer. 

De forma contrária e portanto decrescente, o companheiro dela nesta jornada, o advogado Duncan Wedderburn (Mark Ruffalo), inicia sua trajetória como um confiante guia sexual, turístico e social. A balança desequilibra quando Bella cresce e dá mais vazão ao seu latente desejo de liberdade: é aí que Duncan regride, exibindo em si a birra, a possessão, a tentativa de que Bella aceite ser uma relíquia que concede poder e realização ao seu dono. Não dá pra ver tudo isso sem lembrar o quanto nós, homens, somos ridículos. 

- Publicidade -

Criaturas bizarras, paletas de cores que se alternam de acordo com o enredo, roteiro, maquiagem e fotografia que homenageiam a história do cinema, elenco afiado e ainda várias outras camadas que impactam o público individualmente. Talvez o terceiro ato não mantenha a mesma minúcia e virtudes das outras partes do filme, mas ainda assim o conjunto vale para que cada um crie suas perguntas, busque suas respostas e repense sua percepção do mundo. 

Pobres Criaturas está em cartaz no Cine Marquise Ultravisão. Clique aqui para ver a programação local.

- Advertisement -

*João Araújo é jornalista, dramaturgo, documentarista, ator e palhaço.




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!