- Publicidade -
22.9 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Lúcia Machado de Almeida é a escritora indicada do especial “Série Vaga-lume 50 anos”

- Publicidade -

Principal referência literária de pelos menos três gerações de crianças e jovens, a Série Vaga-lume completa 50 anos de lançamento em 2023. Para celebrar os sucessos que seguem impactando os jovens leitores de ontem e de hoje, o Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas de Poços divulga, toda terça-feira, um autor da coleção com as indicações de livros disponíveis para empréstimos nas cinco unidades.

- Publicidade -

A Coleção Vaga-lume foi lançada pela editora Ática em 1973. Voltada para o público infanto-juvenil, ela rapidamente se popularizou, principalmente por seu uso em escolas. A coleção conta com mais de 100 títulos em seu catálogo, divididos entre as séries Vaga-Lume e Vaga-Lume Jr., para leitores com faixa etária entre 10 e 20 anos. O último livro “Os Marcianos”, de Luiz Antônio Aguiar, foi publicado em 2021.

A autora indicada dessa semana é a talentosa e criativa Lúcia Machado de Almeida. Nascida em Santa Luzia, em 1910, ela exerceu o jornalismo por quase 60 anos, tendo sido editora do Suplemento Literário de Minas Gerais. Como escritora, ganhou inúmeros prêmios literários, como a Medalha de Ouro da Bienal do Livro de São Paulo e o Jabuti, o mais importante do Brasil.

- Publicidade -

Suas obras marcaram a infância e a adolescência de milhares de brasileiros, tendo escrito clássicos infanto-juvenis, como “O escaravelho do diabo” e “O caso da borboleta Atíria”. A escritora faleceu em 2005, aos 94 anos de idade, no interior de São Paulo.

Obras de Lúcia Machado de Almeida disponíveis para empréstimo nas bibliotecas de Poços de Caldas

- Advertisement -

O caso da borboleta Atíria
Foi publicada pela primeira vez em 1971 e é uma das mais conhecidas e apreciadas obras da autora. Em clima de fábula e conto de fadas, a história faz uma analogia crítica entre o reino animal e a sociedade humana. Um crime acontece no mundo dos insetos. A noiva do Príncipe Grilo foi assassinada. Os mesmos criminosos sequestram a borboleta Atíria. Quem seriam eles e qual o motivo do crime? Disponível nas bibliotecas Centenário (Espaço Cultural da Urca), Júlio Bonazzi (Monjolinho), Marcus Vinicius de Moraes (Coronel Virgílio Silva), Manuel Guimarães (Cohab) e Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU).

O Escaravelho do Diabo
Uma série de assassinatos começa a acontecer em uma cidade interiorana. As vítimas têm dois traços em comum: são ruivas e, antes de morrer, recebem um escaravelho. A primeira delas é Hugo Foguinho, que é encontrado morto com uma antiga espada encravada no peito. Logo, aparece outra vítima que também ganhou um escaravelho antes de morrer. O delegado Pimentel e o garoto Alberto Maltese começam uma busca pelo assassino. Disponível nas bibliotecas Centenário (Espaço Cultural da Urca), Júlio Bonazzi (Monjolinho), Marcus Vinicius de Moraes (Coronel Virgílio Silva), Manuel Guimarães (Cohab) e Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU).

Spharion: as aventuras de Dico Saburó
Spharion, publicado em 1995, é um livro premiado. A história se passa na cidade de Diamantina, onde vive a família dos Saburó, cujo filho, Dico, é um sensitivo e o pai, João, um transportador de cascalho. Uma figura misteriosa que assina Spharion entra sem ser notado nos espaços que guardam diamantes, rouba os de menor valor e às vezes provoca lesão irreversível no cérebro dos guardiões. O inspetor Pimentel, o jornalista Pedro e Dico recebem pistas para a resolução do quebra-cabeça. Alternando duas perspectivas: a do narrador em terceira pessoa e a de Dico, em primeira pessoa, neste livro, a autora se apropria da linguagem da ciência – química e física, por exemplo – para conduzir o leitor por todo o processo do diamante. Disponível nas bibliotecas Centenário (Espaço Cultural da Urca), Júlio Bonazzi (Monjolinho), Manuel Guimarães (Cohab) e Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU).

As aventuras de Xisto
Após encontrar o Manual Secreto dos Bruxos, Xisto decide ser hora de acabar com todos os bruxos do planeta. Para isso, sai numa missão como cavaleiro andante, acompanhado de seu fiel escudeiro Bruzo. Os dois partem para as aventuras, perseguindo bruxos, fazendo descobertas e se metendo em várias enrascadas. Em Aventuras de Xisto, um herói jovem, simpático e determinado revive o encanto das histórias da época de ouro da cavalaria medieval, na eterna cruzada do Bem contra o Mal. Disponível nas bibliotecas: Centenário (Espaço Cultural da Urca), Júlio Bonazzi (Monjolinho) e Manuel Guimarães (Cohab).

Xisto no espaço
O livro é o segundo de uma trilogia protagonizada pelo personagem Xisto, sendo antecedido por Aventuras de Xisto (1957) e precedido por Xisto e o pássaro cósmico (1974). Chega ao país de Xisto uma mensagem do espaço: Rutus, aquele que não tem sangue, desafia o jovem herói a enfrentá-lo no planeta Minos. Caso contrário, destruirá o Universo. Diante de um convite ameaçador como esse, não resta alternativa para Xisto e Bruzo, seu fiel ajudante. Os dois vão ter de empreender uma longa viagem interestelar, combatendo as mais variadas ameaças alienígenas pelo caminho.
Disponível nas bibliotecas Centenário (Espaço Cultural da Urca) e Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU).

Xisto e o pássaro cósmico
Este é o terceiro livro protagonizado por Xisto e Bruzo. Agora as aventuras acontecem no país em que Xisto é governante. O país recebe a visita de uma nave de um planeta não identificado, a qual cai no mar e traz consigo um belíssimo pássaro azul de canto melodioso com um grande ovo. Depois desse evento, a cidade vai sendo destruída por um “Saca-rolhas”, uma espiral gigante, indestrutível e “ilocalizável”. Com observação, conhecimento e intuição, Xisto se aproxima gradativamente da resolução do enigma. Disponível nas bibliotecas Centenário (Espaço Cultural da Urca), Júlio Bonazzi (Monjolinho) e Manuel Guimarães (Cohab).

 

Endereços e horários de funcionamento

Biblioteca Pública Municipal Centenário
Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/nº – Centro (no prédio da Urca)
Telefone: 3697-2375
Horário de funcionamento: das 8h às 17h30

Biblioteca Pública Municipal Júlio Bonazzi
Endereço: Praça Tiradentes, 621 – Jd. Santa Rita (próximo à Fonte do Monjolinho)
Telefone: 3697-2198
Horário de funcionamento: das 8h às 17h30

Biblioteca Pública Municipal Manuel Francisco Costa Guimarães
Endereço: Avenida Jaçanã Musa dos Santos, 270 – Cohab
Telefone: 3697-2074
Horário de funcionamento: das 7h às 15h

Biblioteca Pública Municipal Marcus Vinícius de Moraes
Endereço: Rua Coronel Virgílio da Silva, 1723 – Vila Nova (no antigo Centro Social Urbano)
Telefone: 3697-1201
Horário de funcionamento: das 9h às 15h.

Biblioteca CEU
Endereço: Rua Miguel Calixto de Moraes, 1.153 – Jardim Itamaraty V (no CEU da Zona Leste)
Telefone: 3697-2161
Horário de funcionamento: das 8h às 17h.




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!