- Publicidade -
12.1 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Preso suspeito de tentativa de homicídio tem inocência comprovada e aguarda liberação da cadeia

- Publicidade -

O homem de 26 anos, preso na última segunda-feira (2), suspeito de ser o autor dos disparos que feriram um mototaxista em um posto de combustíveis deve deixar o presídio em breve. Isso porque ele teve sua inocência comprovada.

Uma coletiva de imprensa foi realizada nesta quinta-feira (5) para esclarecer os fatos, uma vez que o homem foi preso, teve sua prisão em flagrante ratificada e já está na prisão há quatro dias. De acordo com a Polícia Civil, as provas contra ele não se sustentaram e um novo suspeito está sendo investigado.

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

A prisão em flagrante aconteceu após uma testemunha, uma companheira do homem preso, prestar depoimento e afirmar que foi agredida por ele sábado. Também relatou que acreditava ser ele o homem flagrado pelas imagens de câmeras de segurança durante a tentativa de homicídio, que a arma era identica à usada para ameaçá-la e que a moto seria de sua propriedade. Além disso, os militares teriam indícios de que a placa da moto usada pelo rapaz poderia ser a mesma da moto usada no posto.

A partir da prisão em flagrante, a Delegacia de Homicídios passou a levantar provas para que pudesse formalizar a acusação. Segundo o delegado Cleyson Brene, a equipe esteve no posto e acessou as imagens brutas do crime, esteve no pátio analisando a moto apreendida e ainda colheu o depoimento do acusado, que afirmava estar em um ponto oposto da cidade no momento do crime.

- Publicidade -

“Chegamos à conclusão que o preso não era o autor dos disparos, com base em três fundamentos, as motocicletas não são as mesmas, embora sejam da mesma marca e cor, são diferentes nos modelos e em alguns detalhes. Na análise das imagens identificamos que o autor não tinha tatuagens, e o preso tinha a mão fechada por tatuagens e por fim o autor negou que estava no bairro e solicitamos a extração de dados do aparelho telefônico junto à operadora de telefonia e confirmamos que ele estava no bairro Maria Imaculada, como ele havia alegado”, esclarece o delegado.

Com a inôcencia comprovada no caso da tentativa de homicídio o delegado representou pela revogação da prisão em flagrante, ainda na tarde de quarta-feira. Agora o acusado aguarda o posicionamento do Ministério Público e a decisão da justiça para poder deixar o presídio.

- Publicidade -

A tentativa de homicídio segue sendo apurada, porém, o caso foi colocado sob sigilo a fim de garantir o bom andamento. Cleyson pontuou apenas que as imagens do crime estão passando por melhorias e sendo analisadas, além de que já foram colhidos depoimentos de algumas testemunhas importantes.

Vale ressaltar que o homem segue sendo investigado pelo crime de violência doméstica em outro procedimento.




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!