- Publicidade -
24.3 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Por que a primavera está tão quente?  

- Publicidade -
imagem ilustrativa

A primavera de 2023 é especialmente quente por causa da influência do fenômeno El Niño. A mudança na circulação de ventos em vários níveis da atmosfera, causadas pelo fenômeno, altera o caminho normal das frentes frias sobre a América do Sul.  Assim, fica mais difícil a mistura do ar quente com o ar frio, de origem polar, que eventualmente possa chegar ao Brasil junto com as frentes frias.

O El Niño dificulta a formação de corredores de umidade e isso também ajuda a manter o ar mais quente do que o normal sobre o Brasil, com chuvas que ocorrem de forma mais isolada. Lembrando que, a chuva e a nebulosidade são importantes reguladores da temperatura diária. Menos nuvens, menos chuva resultam em mais horas com sol forte e mais calor.

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

El Niño no verão 2024

A primavera de 2023 acontece com um El Niño de forte intensidade, que vai persistir também durante o verão, dentro de uma atmosfera global em aquecimento e ainda com oceanos mais quentes do que o normal. Para completar o combo quente natural, o aquecimento anormal do oceano Atlântico Norte, observado em 2023, também tem influência direta no clima do Brasil.

- Publicidade -

Onda de calor em outubro, será?

O calor é uma situação típica no mês de outubro, assim como ao longo da primavera. É muito comum no decorrer do mês termos altas temperaturas no Brasil central – entre o interior do Nordeste, norte de Minas, Estados como Piauí, Maranhão e até mesmo sobre o Norte do país.

- Advertisement -

Outubro é um mês naturalmente mais quente em grande parte do Brasil (até mesmo mais que setembro) e os modelos de previsão indicam temperaturas ainda acima da média para este outubro de 2023!

Mas, vale lembrar que temperaturas acima da média não significam necessariamente a ocorrência de ondas de calor.

Como se caracteriza uma onda de calor? 

Onda ou bolha de calor é uma sequência de dias, ou até semanas, quando as temperaturas em uma região, relativamente ampla, ficam muito acima da média que seria normal para uma determinada época – em torno de 5 graus ou mais acima da média, em uma área ampla.

Há possibilidade de termos mais ondas de calor ao longo do mês?
O calor vai ficar mais intenso sobre áreas do centro-sul do Brasil ainda no decorrer de outubro. Mas, também teremos uma característica típica de verão, devido à alta umidade! Teremos o ar muito úmido, mínimas bem elevadas e temperaturas acima da média, mas que não necessariamente vão caracterizar a onda de calor em um dia ou outro. Porém, pelo menos na primeira quinzena, ainda teremos das de calor intenso.

O meteorologista Vinicius Lucyrio, explica. “Teremos, sim, vários dias com temperaturas acima dos 37, batendo até os 40 °C em alguns lugares, como observado em Mato Grosso do Sul, algumas regiões do interior de SP e do PR (…), mas que não caracteriza onda de calor por não termos um período tão prolongado sob essas condições. Ainda poderemos ter ondas de calor ao longo de outubro, principalmente em área do centro-norte do país, cobrindo o Brasil central, norte de Minas, sul da região Norte e interior do Nordeste, e essa chance é maior durante a segunda quinzena do mês. Apesar de ser mais provável que São Paulo, Paraná e sul de Minas Gerais tenham picos de calor intenso, não se pode excluir a possibilidade de ondas de calor também nestas regiões.

(Fonte: Climatempo)




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!