- Publicidade -
24.4 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Enfermeira alerta para riscos à saúde com o calor intenso

- Publicidade -
Manter a hidratação é medida imprescindível em dias de muito calor

O calor intenso pode representar um sério risco para a saúde humana. Exposição prolongada a temperaturas elevadas pode levar a uma variedade de problemas, desde desconforto até condições médicas graves. A reportagem do Portal Poços Já conversou com a enfermeira Leila Fonseca, que faz alertas e considerações sobre a onda de calor prevista para os próximos dias pelas agências de meteorologia.

Ela começa explicando a diferença entre insolação e golpe de calor. “Insolação é causada pelo superaquecimento do corpo e pode resultar em sintomas como confusão, tontura, sudorese excessiva e, em casos graves, perda de consciência. Golpe de calor, a hipertermia, é uma emergência médica mais grave e ocorre quando a temperatura do corpo sobe a níveis perigosamente altos, podendo levar a danos nos órgãos e, em casos extremos, à morte”, diz ela.

- Publicidade -

A enfermeira pede cautela também para outras condições associadas ao calor, que incluem cãibras e exaustão. “Estas podem ser menos graves, mas ainda assim requerem atenção médica”.

Enfermeira Leila Fonseca

Desidratação

- Publicidade -

Leila ainda conta que o calor intenso leva a uma perda de fluidos corporais mais rápida, o que pode resultar em desidratação. “Isso pode ser particularmente perigoso para crianças, idosos e pessoas com condições médicas pré-existentes”. Ela também alerta para o perigo dos efeitos cardiovasculares provocados pelo calor, que podem aumentar a frequência cardíaca e a pressão arterial. “Pessoas com pré-disposição a problemas cardíacos precisam de mais cuidados nestes dias quentes. Além disso, o calor intenso pode agravar condições médicas existentes, como doenças cardíacas, diabetes e doenças respiratórias”, pontua a profissional.

A enfermeira diz que crianças, idosos, pessoas com condições médicas crônicas, grávidas e pessoas em certas medicações podem ser mais suscetíveis aos efeitos adversos do calor. Assim, são necessárias algumas medidas preventivas. “Ficar hidratado, evitar exposição direta ao sol durante as horas mais quentes do dia, usar roupas leves e soltas e utilizar protetor solar são medidas essenciais. Também é importante saber reconhecer os sinais de problemas relacionados ao calor e procurar ajuda médica imediatamente se necessário”, finaliza ela.

Fonte: Inmet


- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!