- Publicidade -
21 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Instituto Alcoa investe mais de meio milhão de reais em projetos sociais da região

- Publicidade -

O Instituto Alcoa divulgou, em 25 de agosto, o resultado do edital de investimentos do Programa de Apoio a Projetos Locais, cujo objetivo é contribuir para a promoção coletiva à educação e ao desenvolvimento de territórios de atuação da Alcoa em Poços de Caldas-MG, Juruti-PA e São Luís-MA.

Na região da Alcoa Poços de Caldas foram selecionados seis projetos, sendo cinco de Poços e um de Divinolândia-SP, totalizando investimento de R$557 mil.

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

“Trabalhamos para catalisar mudanças nos territórios por meio do investimento em projetos de Educação e de Geração de Trabalho e Renda, construindo relações de confiança e gerando parcerias com organizações da sociedade civil e com as comunidades dos territórios em que atuamos. Entendemos que o real impacto só acontecerá com uma atuação conjunta, colaborativa e participativa – premissas que norteiam a concepção do Programa de Apoio a Projetos Locais” explica Monica Espadaro, diretora executiva de Operações do Instituto Alcoa.

Serão contemplados projetos por meio de edital das instituições: Associação dos Catadores e Separadores de Materiais Recicláveis de Poços de Caldas (Assosul), Associação Instituto Benetti, Associação dos Deficientes Físicos de Poços de Caldas (Adefip) e Fundação Gota de Leite de Assistência à Criança (Fungotac).

- Publicidade -

“O apoio do Instituto para o projeto Cidadão do Amanhã – Formar para Transformar irá possibilitar o atendimento a 40 jovens de famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. Os participantes vão passar menos tempo nas ruas, podendo desenvolver habilidades para entrarem no mercado de trabalho”, diz Rosimeire da Silva, assistente social da Fungotac.

Já a Associação Bem Viver de Apoio à Comunidade e a Associação A Guarda-Chuva obtiveram apoio como projetos estratégicos.

- Advertisement -

Para Vivian Mantovani, coordenadora da Associação Bem Viver, o recurso será essencial para ampliação do galpão de atendimentos. “Vamos construir sala para atividades, oficinas e cursos para apoio social às famílias da comunidade local”, explica.

Rachel Cavalcanti Stefanuto, membro do Conselho Diretor da A Guarda Chuva, também avaliou o incentivo positivamente e pontua que terá meios para investir na formalização de artesãos e em melhorias nos empreendimentos, possibilitando aumento na geração de renda. Essa instituição prestará serviço para o município de Divinolândia.

De acordo com José Henrique Fornari, procurador da prefeitura de Divinolândia, o recurso impacta o cenário do artesanato na cidade como um todo. “A mobilização dos participantes, o mapeamento das dificuldades, a possibilidade de realização de mutirões para conseguir maior produção e vendas maiores podem trazer um outro nível às pessoas engajadas neste segmento”, finaliza.

Para receber o aporte as instituições passaram por três etapas que consistem em análise dos projetos segundo critérios de participação e avaliação técnica; avaliação do Conselho Consultivo de Relações Comunitárias da localidade e avaliação pela Diretoria e Conselho do Instituto Alcoa.

Inclusão e Diversidade

O Programa de Apoio a Projetos Locais também incentiva o desenvolvimento de iniciativas que estimulem a inclusão de mulheres, grupos étnico-raciais, pessoas com deficiência e da comunidade LGBTQIAP+ nos territórios.

Em Poços de Caldas, o projeto “Leitura e Imaginação: para além dos muros da instituição”, da Associação dos Deficientes Físicos de Poços de Caldas será impulsionador de jovens com deficiência física.

Em Juruti, o projeto Fortalecendo o Protagonismo das Mulheres Produtoras Rurais da Comunidade de Cruzeiro, do Instituto Vitoria Regia, irá fornecer autonomia e protagonismo para mulheres empreendedoras, estimulando a inclusão e reconhecimento das mulheres como protagonistas de suas conquistas. Assim como em São Luís, o projeto da Associação Ela na Obra, também tem por objetivo reconhecer a autonomia da mulher na área da construção civil através de formações.




- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!