- Publicidade -
18.3 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Vereadora quer saber se reativação do monotrilho tem projeto técnico

- Publicidade -
Pórticos metálicos de apoio e tramos de vigas com indícios de carbonatação e eflorescências (foto do laudo do engenheiro Guidugli)

A vereadora Luzia Teixeira Martins, em requerimento que tramita na sessão desta terça-feira (1) na Câmara, está indagando se a reativação do monotrilho tem algum projeto sendo elaborado por equipe técnica, independentemente da decisão do prefeito, considerando a viabilidade, custos e pareceres de órgãos responsáveis. “Se a resposta for afirmativa, favor enviar o projeto e se for negativa, justifique”, diz o documento. A parlamentar ainda questiona se não seria a empresa, antiga concessionária, a responsável para resolver a situação do equipamento. “Qual será o valor do investimento e quem arcará com os custos? A população?”, quer saber Luzia.

Justificativa

- Publicidade -

Luzia justifica seus questionamentos “considerando que o monotrilho foi oficialmente inaugurado em agosto de 2000, durante a realização da Festa Uai, nas proximidades do estádio Ronaldo Junqueira, que o transporte funcionou poucas vezes até sofrer uma pane, onde 19 pessoas precisaram ser retiradas pelo Corpo de Bombeiros, e em 2003 duas pilastras desabaram e desde então, nunca mais funcionou e a estrutura não recebe manutenção e está deteriorada pelo tempo; considerando que conforme entrevistas cedidas pelo prefeito municipal e ele tem afirmado que a prefeitura está fazendo todos os esforços para conseguir retomar o funcionamento do monotrilho de Poços de Caldas; considerando que foi publicado Edital nº 009-SEPOP/23 para tomada de preços visando à contratação de empresa para execução de serviços de manutenção, limpeza e conservação das estruturas do monotrilho, com valor a ser pago no importe de R$ 754.428,58 e que após vários questionamentos da Câmara dos Vereadores, resolveu realizar o trabalho com equipe da própria prefeitura; considerando que em 9 de maio de 2022, a vereadora já havia protocolado o Requerimento de nº 652/2022 solicitando Informações sobre a atual situação do monotrilho e até o presente momento não existe uma definição e/ou destinação para o monotrilho; considerando o posicionamento do chefe do Executivo em algumas entrevistas, de que existem três possibilidades para o monotrilho: reativar, explorar o espaço para utilização de bibliotecas, e a terceira opção não foi revelada”.



- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!