- Publicidade -
19.5 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Procon Poços alerta para tentativas de fraudes em compras na internet

- Publicidade -
divulgação

As compras feitas pela internet fazem parte da vida dos brasileiros. Muitos comerciantes encontraram no e-commerce — loja que comercializa produtos em um ambiente virtual — uma oportunidade para aumentar os negócios. E muitas lojas físicas já se adaptaram às vendas presenciais e digitais. A prática do e-commerce oferece inúmeras vantagens. Mas segundo o Procon os consumidores devem ficar bem atentos para evitar sérios prejuízos. Cresce cada vez mais o número de quadrilhas especializadas prontas para aplicar golpes online e conseguir roubar dados pessoais dos potenciais clientes das lojas virtuais.

Só no primeiro semestre de 2023, o Brasil registrou 2 milhões de tentativas de fraude, segundo o Mapa da Fraude da ClearSale. O estudo mostrou um valor somado que supera os R$ 2,5 bilhões em esquemas aplicados em diferentes segmentos. Esse número representa uma queda de 50,6% no número de tentativas de fraude comparado ao mesmo período do ano passado. No entanto, apesar de quedas nos números gerais, o valor médio das tentativas de fraudes foi de R$ 1.273, crescimento de 4,1% a mais que no primeiro semestre de 2022.

- Publicidade -

A região Norte (2,6%) segue apresentando o maior índice percentual de tentativas de fraudes sobre a quantidade de transações, seguida do Nordeste (2,2%). Centro-Oeste (1,6%) e Sudeste (1,6%), com um empate, fecham o TOP 3. No entanto, ao considerar apenas números absolutos, a região Sudeste, com 47,1 milhões de pedidos, contou com o maior número de fraudes do país.

Os estelionatos cresceram ao longo dos últimos anos pela facilidade que esse tipo de crime oferece. Só em 2022, foram 1.819.409 ocorrências, o que significa um crescimento de 326,3% em quatro anos nessa modalidade, aponta a 17ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Conforme a pesquisa, 208 golpes por hora estabelecem o estelionato como “o crime da moda”.

- Publicidade -

Para a coordenadora do Procon Poços Fernanda Soares, muitas fraudes poderiam ser evitadas com alguns cuidados. “A grande maioria dos golpes e das fraudes acontece por erros cometidos pelos próprios consumidores ao não verificar as páginas que estão veiculando os produtos, ao não observar o link que se encontra no seu computador, ao responder e-mails de órgãos que não mandam e-mails, e-mails que não são efetivamente das lojas que vendem produtos pela internet. Por isso, não forneça jamais senhas, os seus dados”, alerta.

Também é importante que os donos dos estabelecimentos empreendam boas práticas voltadas para a proteção das suas lojas virtuais para garantir uma compra segura e evitar riscos e dores de cabeça dos consumidores.



- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!