- Publicidade -
13 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Minas fecha primeiro semestre com alta de 9,9% no volume de empresas abertas

- Publicidade -
Divulgação Jucemg

Minas Gerais encerrou o primeiro semestre deste ano com um total de 42.843 empresas abertas no Estado, o que representa alta de 9,9% em relação ao volume registrado no mesmo período do ano passado, que foi de 38.988 novos negócios. Os dados constam do balanço semestral divulgado nesta quarta-feira (5) pela Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg). Criada em 5 de julho de 1893, a autarquia mineira completa 130 anos.

Dados regionais

- Publicidade -

Conforme o balanço, todas as regiões do Estado tiveram alta na abertura de empresas este ano, até agora, na comparação com o primeiro semestre de 2022. Os maiores índices foram verificados na região Jequitinhonha/Mucuri, com elevação de 22,54%, seguida do Norte de Minas (16,17%); Triângulo Mineiro (14,05%); Central (10,51%); Sul de Minas (10,40%); Alto Paranaíba (7,14%); Noroeste (7,04%); Rio Doce (5,56%); Centro-Oeste (4,34%); e Zona da Mata (3,19%).

Mês de junho

- Publicidade -

Analisado isoladamente, o mês de junho de 2023 também teve alta em relação ao mesmo mês no ano passado. Foram 7.290 constituições em junho deste ano, em todo o Estado, contra 6.850 em junho de 2022. A alta é de 6,42%.

Encerramentos

- Publicidade -

Em relação aos encerramentos, o primeiro semestre deste ano apresentou um total de 25.197 registros baixados em Minas, contra um total de 23.399 no mesmo período de 2022, representando uma variação de 7,68%. Em relação ao mês de junho, isoladamente, o balanço aponta que houve 4.115 encerramentos, contra 3.995 em junho do ano passado. A variação é de 3%.

Saldo positivo

“Mais uma vez temos um saldo positivo para Minas Gerais. Na nossa avaliação, esses dados mostram que Minas Gerais se fortalece como um Estado atraente para a instalação de empresas. Em Minas, a palavra de ordem é desburocratizar, facilitar a vida do empreendedor. Criar um ambiente de negócios favorável para os negócios de qualquer porte e, consequentemente, gerar mais emprego e renda para os mineiros”, comenta o presidente da Jucemg Bruno Falci.

 Municípios
O balanço semestral da Jucemg também informa o volume de empresas abertas por município.

Belo Horizonte lidera a listagem, com 10.871 novas empresas constituídas no período. Em seguida, aparecem: Uberlândia (2.502 constituições); Contagem (1.551); Juiz de Fora (1.088); Montes Claros (1.007); Uberaba (857); Betim (706); Governador Valadares (593); Divinópolis (589); e Patos de Minas (537).

O balanço da Jucemg considera empresas de qualquer porte, com exceção dos MEIs (microempreendedores individuais), cujas inscrições são realizadas diretamente no Portal do Empreendedor do governo federal, sem passar pelas juntas comerciais estaduais.



- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!