- Publicidade -
14.6 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

São Benedito e Nossa Senhora da Saúde dão final inusitado ao Turismo em Cena

- Publicidade -
Foto Guilherme Alves Pereira

Durante a apresentação do projeto Turismo em Cena no último sábado (3) mais duas “personagens” foram acrescentadas ao elenco teatral durante o passeio pela história de Poços de Caldas: São Benedito e Nossa Senhora da Saúde. O projeto procura valorizar o patrimônio histórico e cultural da cidade e é uma apresentação cênica com atores caracterizados que conduzem o público aos pontos de interesse do núcleo turístico da área central de forma divertida e lúdica.

O circuito leva o nome de “Caminho Ares, Águas e Lugares”, realizado pela Companhia Teatral Monteiros e Lobatos. Dentre os locais visitados, está a fonte Pedro Botelho, ao lado da Thermas Antônio Carlos, que tem em sua origem uma lenda diabólica. O ator e historiador Clisthenis Betti conta que este famoso espaço turístico tem sido chamado erroneamente de fonte do leãozinho. “No livro Memórias Históricas de Poços de Caldas, de Nilza Botelho Megale, museóloga, historiadora e folclorista, tem algumas histórias passadas através da oralidade e que acabaram tornando-se lendas na cidade. Segundo ela, caçadores de antas notaram que os animais do mato frequentavam alguns bebedouros de águas quentes, e essas vertiam um cheiro de ovo podre que certamente indicava que tais águas provinham das profundezas do inferno. Conta-se que um dos cães dos exploradores caiu em uma dessas águas e seus pelos ficaram chamuscados devido à alta temperatura da água. Os aventureiros, cheios de medo e superstições, atribuíram tal fato a Satanás, surgindo então, a lenda de que o diabo fora visto naquele local, cercado de chamas infernais, que exalavam enxofre”, conta Betti.

- Publicidade -

Ele ainda acrescenta que o nome Pedro Botelho não é nenhuma homenagem a algum desses exploradores ou alguma personalidade da cidade. Mas, vem de Pero el Botero, o temível condutor das almas até as profundezas do inferno, que também fora citado em crenças medievais.

Esta narrativa é contada durante o passeio do Turismo em Cena, que inclui o “Auto do Pedro Botelho”. “O espetáculo, que anteriormente terminava com o diabólico Pedro Botelho reinando sobre a cidade de Poços de Caldas, teve um desfecho surpreendente, com a presença dos nossos padroeiros São Benedito, interpretado por Juliano Santos, artista plástico que estreia também como ator, e Nossa Senhora da Saúde, interpretada pela atriz Leandra Faria. Eles botaram o diabo pra correr. Acredito que o público que compareceu se divertiu e se emocionou com esse final”, finaliza Betti.

- Publicidade -

No elenco, Clisthenis Betti e Wellington Rafael, historiadores e atores, Elvis Lago, Jacque Ferrari, Lucia Betti, Deborah Soares, Gildo Bernardes, Guilherme Alves Pereira, Lizzy Cantagessi, Taty Siqueira, Daniel Oliveira, Wanderson Lima, Mel Becker, Leandra Faria, Marcelo Faria, Lidiane Oliveira, Mateus Rodrigues, Igor Dionísio, Juliano Santos, Walmir Ribeiro, Luciano Pedrilio. Figurinos Lizzy Cantagessi. Adereços Juliano Santos. Convidado: André Sabino.

foto Guilherme Alves Pereira



- Publicidade -
Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!