- Publicidade -
15.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Oficina sobre maracatu começa amanhã

- Publicidade -
Richard toca o gonguê, instrumento que será utilizado na oficina.
Richard toca o gonguê, instrumento que será utilizado na oficina.
Alfaia é um dos instrumentos utilizados no maracatu.
Alfaia é um dos instrumentos utilizados no maracatu.

A cultura do Maracatu é tema de uma oficina, que começa na próxima sexta-feira (9), na Associação Candeias de Capoeira. Podem participar todos os interessados em conhecer mais do ritmo pernambucano, cuja origem remete ao candomblé.

De acordo com o professor de capoeira Richard Damião, o evento também vai explicar o lado religioso, já que ainda é grande o preconceito contra as religiões de origem africana. A oficina também vai ensinar os participantes a tocar instrumentos como caixa, tarol, alfaia, chiquerê, gonguê e atabaque. “A oficina está aberta para todas as idades, músicos e não-músicos. Vamos falar sobre maracatu e cultura. Às vezes a pessoa não quer vir para tocar, mas para conhecer a cultura. Pode vir, que vai ser bem-vinda”, explica o professor.

- Publicidade -

Ainda será realizado um cortejo no sábado e os participantes da oficina podem fazer parte do bloco Congo de Ouro, que leva o Maracatu para a avenida, durante o carnaval poços-caldense. A oficina será ministrada pelo músico Flávio Itajubá, considerado um do profissionais mais respeitados dessa área.

A 1ª Vivência em Maracatu faz parte do projeto Maracaminas, com apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e patrocínio da Unimed. A organização é dos professores Richard Damião e Antônio Carlos Batista.

Serviço

O quê: 1ª Vivência em Maracatu;

Quando: sexta-feira (9), às 18h, e sábado (10), às 9h;

Quanto: entrada gratuita;

Onde: Rua Capitão Affonso Junqueira, 331 – Centro.

Veja também
- Publicidade -
Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!