- Publicidade -
24.5 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Moradores da COHAB recebem escrituras

- Publicidade -
A escritura da casa de Neilton demorou 34 anos para ser regularizada.
A escritura da casa de Neilton demorou 34 anos para ser regularizada.

O operador de empilhadeira Neilton Prado chegou ao Conjunto Habitacional quando tinha apenas seis meses de idade. Mas apenas na manhã desta sexta-feira (6), 34 anos depois, ele recebeu a escritura do imóvel.

A morte do pai deixou o processo mais complicado e o mutirão realizado pelo governo do estado, em parceria com a associação dos moradores, permitiu que a situação fosse regularizada. “Agora podemos falar que somos donos da casa. Hoje estamos, enfim, com os papéis nas mãos”, comemora.

- Publicidade -

Foram entregues 53 documentos para os mutuários de Poços de Caldas. O diretor de habitação da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (COHAB), Daniel Marinho, explica que mutirões como esse reduziram a demanda de 60 mil escrituras pendentes para 45 mil. “O mutirão proporciona agilidade, celeridade no envio de documentos. A equipe local orienta os mutuários e é muito eficiente em agilizar esse processo”.

O mutirão em Poços de Caldas e na região é liderado pela ex-subsecretária de estado de Política Urbana, Tereza Navarro.  Ela está viajando por diversas cidades para realizar a entrega das escrituras. “É muito preocupante você não ter a certeza de que aquilo que pagou a vida inteira realmente é seu. As pessoas choram, ficam felizes tanto quanto quando ganharam suas casas”.

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!