- Publicidade -
15.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Estudo aponta índices altos de radiação por radônio em Poços de Caldas

- Publicidade -
Estudo foi apresentado na tarde desta segunda-feira (28).
Estudo foi apresentado na tarde desta segunda-feira (28).

Os índices de radiação por radônio em Poços de Caldas estão acima do parâmetro mundial segundo o Projeto Planalto de Poços de Caldas, cujo resultado foi apresentado na tarde desta segunda-feira (28).

O projeto avaliou os índices de radiação em 342 domicílios, de setembro de 2011 a novembro de 2012. O índice encontrado em Poços de Caldas é de 3,94 mSv/ano, porém o padrão estabelecido pela United Nations Scientific Commitee on the Effects of Atomic Radiation (Unscear) é de 2,4 mSv/ano.

- Publicidade -

O radônio é a segunda maior causa de câncer de pulmão, perdendo apenas para o tabagismo. Porém, os responsáveis pela pesquisa informam que o resultado não é alarmante e medidas simples podem ajudar a diminuir a exposição ao gás.

Quem dorme com as janelas fechadas, por exemplo, tem 2,2 vezes mais chances de apresentar um nível de concentração de risco. “É importante deixar portas e janelas o maior tempo possível abertas. Ou então de manhã, enquanto as pessoas se preparam para trabalhar, devem deixar os ambientes abertos. Esse gás vai se difundir no meio exterior”, explica a coordenadora do Programa de Avaliação e Vigilância do Câncer no governo estadual, Berenice Antoniazzi.

- Publicidade -

Para diminuir a exposição populacional ao gás, a prefeitura pretende iniciar uma série de medidas. Entre elas, a capacitação dos profissionais do Programa Saúde da Família (PSF) para que orientem as famílias a respeito da ventilação nas casas. Mudanças na construção civil também são importantes para que diminua o contato dos imóveis com a radiação proveniente do solo. “A secretaria de planejamento vai desenvolver diversas ações de orientação aos profissionais da área de construção, para minimizar o problema da radiação natural que temos”, informou a secretária municipal de saúde Fátima Livorato.

Registro de Câncer 

- Publicidade -

O projeto também registrou as taxas de incidência de câncer em Poços de Caldas, de 2007 a 2011.  Ocorreram 3.456 novos casos, sendo que o câncer de pulmão fica em segundo lugar nas estatísticas femininas e em quarto nas masculinas. 

O estudo mostra que esses índices são normais, se comparados a cidades com envelhecimento populacional e desenvolvimento semelhantes. A pesquisa  também foi realizada nas cidades de Caldas e Andradas, pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais e Comissão Nacional de Energia (CNEN). 

 

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!