- Publicidade -
16.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Lideranças nacionais vão relembrar em Poços de Caldas os 30 anos das “Diretas Já”

- Publicidade -
Os governadores Tancredo Neves (MG) e Franco Montoro (SP) durante evento em Poços de Caldas, em 1983, quando foi assinado o manifesto pedindo “Diretas Já”
Os governadores Tancredo Neves (MG) e Franco Montoro (SP) durante evento em Poços de Caldas, em 1983, quando foi assinado o manifesto pedindo “Diretas Já”

Para comemorar os 30 anos de um dos primeiros documentos conclamando a população brasileira a aderir ao movimento das “Diretas Já”, que teve como signatários os governadores, Tancredo Neves, de Minas Gerais, e Franco Montoro, de São Paulo, será realizado, no dia 11 de novembro, em Poços de Caldas, um, ato público com a participação de lideranças nacionais. As importantes manifestações em 1984 conferiram ao povo brasileiro, em 1989, após 25 anos de ditadura civil-militar, o direito de eleger o Presidente da República.

A “Carta de Poços de Caldas”, como ficou conhecido o documento assinado em 18 de novembro de 1983 no Palace Hotel, é um dos registros mais importantes da história recente da redemocratização do Brasil. Como naquele ato, no início da década de 1980, agora em 2013 são aguardados na cidade para resgatar a memória das “Diretas Já” os atuais governadores de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), e de São Paulo, Geraldo Alckimin (PSDB). O presidente do PSDB nacional e pré-candidato ao Palácio do Planalto em 2014, senador Aécio Neves, entusiasta da realização do ato em Poços de Caldas, já confirmou presença.
Os governadores de São Paulo e Minas Gerais vieram a cidade exclusivamente para o encontro onde foi lançada a Carta de Poços de Caldas, pedindo eleições diretas para o país
Os governadores de São Paulo e Minas Gerais vieram à cidade exclusivamente para o encontro onde foi lançada a Carta de Poços de Caldas, pedindo eleições diretas para o país

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, senador na época em que ocorreu o movimento das “Diretas Já”, foi convidado. O deputado estadual Carlos Mosconi, representante do sul de Minas na Câmara Federal na década de 1980, que participou do ato em 1983, estará novamente presente no evento do próximo mês. Os pré-candidatos ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, o presidente estadual do partido e deputado federal Marcus Pestana, o presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro e o presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV) e ex-prefeito de Belo Horizonte, Pimenta da Veiga, também devem participar.

- Publicidade -

Emenda

A emenda do novato deputado federal pelo Mato Grosso, Dante de Oliveira, foi derrotada em plenário, em 1984, mesmo com as grandes manifestações populares que ocorreram em todo o país, que culminaram com o comício no Vale do Anhangabaú (SP), que reuniu cerca de um milhão de pessoas. Tancredo Neves, candidato da oposição, foi eleito no Colégio Eleitoral, porém morreu logo em seguida, no dia 21 de abril do mesmo ano, assumindo o cargo o vice, José Sarney. Em 1989, o Brasil tem a primeira eleição democrática para presidente após duas décadas e meia.

- Publicidade -

 


Fonte: ACS deputado estadual Carlos Mosconi (PSDB).


- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!