- Publicidade -
17.1 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Bancos de Poços aderem à greve nacional

- Publicidade -
Presidente do sindicato convoca bancários para a paralisação
Presidente do sindicato convoca bancários para a paralisação

Três agências bancárias de Poços de Caldas aderiram à greve nacional nesta terça-feira (24). Os trabalhos estão completamente paralisados nas agências do Banco Itaú (esquina das ruas Assis Figueiredo e Prefeito Chagas), Banco do Brasil (Praça Pedro Sanches) e Banco Santander (Rua Rio de Janeiro). “Nenhum cliente ou funcionário entra.  Os serviços estão 100% parados”, explica Agnaldo Alves Viana, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de Poços de Caldas e Região.

A reivindicação é de aumento salarial de 11,93%, o que representa um ganho real de 5%. A greve nacional começou dia 19 de setembro e chegou a cidades da região como Monte Santo de Minas, São Sebastião do Paraíso, Jacuí, Cássia, Pratápolis e Itaú de Minas. De acordo com o presidente do sindicato, agências de Andradas também vão ficar fechadas a partir de amanhã.

- Publicidade -

Já houve três rodadas de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Por enquanto, a proposta da Fenaban é de aumento de 6,1%. “A gente convoca todos os bancários, porque o ano inteiro a gente sofre com doenças ocupacionais. Tem muito bancário com depressão e assédio moral. Essa é a hora do bancário extravasar e vir para a greve. Além das condições de trabalho, queremos melhores salários para a categoria”, reclama o presidente do sindicato.



- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
- Publicidade - Laboratório Prognose
Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!