- Publicidade -
17.2 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Meu pet pode tomar sol?

- Publicidade -

cão-tomando-solCom esse friozinho, nada melhor para nos esquentar que o sol e nossos pets sabem disso tão bem quanto nós. Não é raro dar um passeio pela manhã e ver cães e gatos esticados aonde quer que o sol esteja batendo. É uma das atividades preferidas da maioria deles: se esquentar no sol, refrescar um pouquinho na sombra e voltar para o solzinho. Os pets podem passar o dia inteiro fazendo isso. Porém, surge a questão de até que ponto isso é saudável.

Claro que tomar sol é importante porque, assim como nós, os animais precisam dele para converter a vitamina D e ajudar no fortalecimento dos ossos, mas não é só isso. Já foi comprovado por estudos científicos que o excesso de raios ultravioleta pode levar a lesões na pele, que podem ser uma vermelhidão com descamação, passando por queimaduras e podendo favorecer até mesmo um câncer de pele.

Os animais mais sensíveis ao sol são os de pelagem clara e mucosas (pálpebras, lábios e narinas) rosadas. Neles os efeitos maléficos ocorrem de forma mais rápida e agressiva. Claro que qualquer animal está susceptível a um problema desses, por isso é importante cuidar de todos.
As recomendações não são muito diferentes das nossas. Deve-se, por exemplo, evitar o sol entre 10h da manhã e 16h, tanto em casa quanto em passeios. Outra medida que pode ajudar se seu animal gostar muito de ficar no sol é o uso de protetor solar. Consulte seu veterinário para saber qual é mais adequado para o seu pet. Além disso, sempre deixe bastante água fresca disponível para que ele possa se hidratar com facilidade.
Apesar dos riscos, com todos os cuidados, seu pet pode curtir o sol com segurança. Observe sempre como a pele dele está reagindo. Em caso de algum tipo de lesão, evite o sol e procure seu veterinário.
*A autora é médica veterinária.
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!