- Publicidade -
19.5 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Comerciantes pedem mais segurança

- Publicidade -
Comerciantes pedem mais policiamento
Comerciantes pedem mais policiamento

Na manhã desta terça-feira, 02, comerciantes se reúnem com o comandante do 29º batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Diovany Ribeiro. O objetivo é pedir mais segurança nas ruas, já que tem aumentado a incidência de furtos e roubos nas lojas.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Poços de Caldas, Benedito Coutinho, convocou a reunião para atender às reivindicações de diversos comerciantes. “A associação tem sido cobrada na questão da segurança. A situação preocupa os empresários”.

- Publicidade -
Há três semanas, a loja da comerciante Ana Paula Brito foi assaltada. No sábado, 15, por volta das 18h30, um homem entrou e experimentou um tênis. Na hora de pagar, ele mostrou um revólver e anunciou o assalto. Além do produto, o assaltante levou mais de cem reais. O prejuízo não foi maior porque o dinheiro já havia sido levado para o banco. Agora, a comerciante espera ver mais policiais. “Tem que ter mais polícia no centro, na rua. Demora até a gente conseguir falar com alguém. Às vezes saímos na rua e não tem policiamento”, reclama.

Durante a reunião, foram anunciadas algumas medidas que serão tomadas em breve. No segundo semestre haverá aumento no efetivo, com a contratação de 30 pessoas para a área administrativa. Assim mais policiais poderão sair às ruas. Além disso, novos sargentos devem vir para Poços de Caldas e as viaturas que tem mais de cinco anos serão trocadas a partir do dia 15 de julho. Mês passado, o prefeito Eloísio do Carmo Lourenço anunciou a contratação de 40 guardas municipais, o que também deve ajudar no combate à criminalidade.

Apesar destas ações, o comandante do 29º batalhão acredita que o trabalho será eficiente apenas com melhorias no judiciário e no sistema prisional. “Os infratores que prendemos em flagrante estão todos soltos. Temos que levar esse clamor para que haja uma política criminal adequada à realidade das pessoas. Não adianta tirarmos os meliantes de circulação, já que são os mesmos, se no dia seguinte eles são soltos.Também precisamos mudar a estratégia de repressão às drogas, pegando os maiores traficantes”.

- Publicidade -

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!