- Publicidade -
16.1 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Jovens discutem próxima manifestação

- Publicidade -
Jovens sugerem o foco da manifestação
Jovens sugerem o foco da manifestação

Na próxima quinta-feira, 20, mais uma manifestação vai tomar o centro da cidade. O movimento ganhou força nas redes sociais, por meio de uma página no Facebook chamada Passe Livre Poços de Caldas. Mais de 25 mil pessoas foram convidadas para o evento.

Além da passeata, será entregue uma carta para o prefeito Eloísio do Carmo Lourenço, com as reivindicações locais a respeito de transporte coletivo. Assim, Poços continua apoiando as manifestações nas capitais brasileiras mas também luta por melhorias específicas do município.

- Publicidade -

O documento está sendo elaborado de forma participativa. Jovens se reuniram na Praça Pedro Sanches na tarde desta terça-feira, 18, para discutir quais tópicos serão prioridade. Porém, o assunto também será discutido nas redes sociais antes da definição. Entre as reclamações citadas na reunião está o meio passe para estudantes, o bilhete único durante duas horas, políticas mais transparentes de transporte coletivo e a abertura de concorrência para mais uma empresa de transporte.

A estudante Lorena Gatto Fusetti participou da reunião e destaca a necessidade de foco nos assuntos locais. “As questões da cidade tem que ser levadas em consideração. Como o nosso transporte público que, por si só, aumentou muito mais do que vinte centavos. A gente tem que se voltar mais para o meio passe, a mobilidade urbana. E levantar questões como a corrupção, que são relevantes e estão por trás de tudo isso mas não são o nosso foco principal.”

- Publicidade -

Mobilização estudantil

Essa será a segunda passeata nesta semana. Na segunda-feira, 17, cerca de 500 pessoas protestaram em apoio ao movimento que ocorre nas capitais. O auge da manifestação aconteceu no terminal de linhas urbanas, quando a multidão bloqueou as entradas e saídas dos ônibus. Dois rapazes subiram em um dos veículos e ergueram cartazes enquanto os manifestantes cantavam o Hino Nacional.

- Advertisement -

Quem participou faz uma avaliação positiva. Mas espera que o movimento cresça e se torne mais objetivo. “A manifestação de ontem serviu mais para agrupar as pessoas que estavam interessadas, para se reunirem e fazer uma manifestação quinta-feira mais engajada, com objetivos claros”, opina a estudante Mariana Teodora Nascimento.

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!