- Publicidade -
23.7 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Jovens participam de passeata contra exploração sexual

- Publicidade -
Passeata percorre o centro de Poços
Passeata percorre o centro de Poços

Terminou hoje a campanha desenvolvida pela Secretaria Municipal de Promoção Social sobre o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes. Estudantes e educadores participaram de uma passeata pelas ruas centrais da cidade, na tarde desta sexta-feira, 17.

Durante duas semanas, os CRAS, Centros de Referência em Assistência Social, assim como escolas municipais, trabalharam o tema com foco na necessidade de denunciar os casos. Em Poços de Caldas não há uma estatística de quantos casos existem. A secretária de promoção social, Lúcia Elena Rodrigues, informa que nem sempre a denúncia é feita. “Nós recebemos uma ou duas denúncias por semana pelo Disque 100. Elas são encaminhadas para os CRAS, que providenciam visitas às famílias e verificação dos casos”.

- Publicidade -

Até o final do ano, essas informações devem ser mais claras, com a implantação do serviço de Vigilância Social. “O objetivo é acolher informações e planejar com base na realidade observada. Hoje temos muitos atendimento e orientações nos CRAS, mas não são especificados por fenômeno”, explica a secretária.

Os estudantes foram o foco da campanha. No Colégio Municipal Dr. José Vargas de Souza, cerca de 1.200 alunos receberam informações sobre o tema. Lúcia Elena acredita que eles devam levar o aprendizado para dentro de casa. “As famílias precisam aprender a observar as suas crianças e não ter medo. Muitas vezes o problema tenta ser resolvido pela própria família, o que é muito difícil. A gente vem trabalhando com as escolas, tentando fazer com que os jovens se tornem protagonistas dessa defesa.”

- Publicidade -

Para o professor Diney Lenon da Silva, do Colégio Municipal, o resultado foi positivo. “Os alunos se envolveram muito com essa questão, falaram sobre o assunto, esclareceram dúvidas. Houve um sentimento forte e claro de pertencimento a essa questão. O resultado foi fantástico em sala de aula. Agora, a juventude vai aderindo aos poucos a esse processo.”

Em caso de suspeita de abuso, os telefones para denúncia são: disque 100 e Conselho Tutelar de Poços de Caldas 3697-2185 ou 3697-2098.

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!