- Publicidade -
23.7 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Débora é velada na Saci-Pô

- Publicidade -
O enterro será às 16h, no Cemitério da Saudade
O enterro será às 16h, no Cemitério da Saudade

O velório da cabeleireira Débora Moreira Mori começou por volta das 10h30 na quadra da escola de samba Saci-Pô. Ela estava se preparando para viajar com a escola para os Estados Unidos, no mês de setembro, para participar das comemorações do Brazilian Day. O fundador da Saci-Pô, Marcus Togni, conta que ela manifestou o desejo de ser velada no local. “Ela brincava sempre que queria ser velada na escola do coração, que é a Saci-Pô. Aqui ela conheceu novas pessoas, fez amizades aprendeu uma cultura diferente. E foi parceira em tudo que a escola fazia”.

O envolvimento de um menor de idade no crime também foi assunto durante o velório. “A gente tem que exigir uma punição severa para essas pessoas, inclusive para o menor de idade. A idade mental também tem que se analisada”, diz Marcus Togni.

- Publicidade -

Sebastião Mori, pai da vítima, foi consolado por amigos. Ele conta que o filho, que era transexual, ajudava muito nas despesas. “Por causa de um bandido, a família inteira sofre. Ele era muito trabalhador, muito honesto. Não sei como vamos fazer agora, porque ele mantinha tudo na minha casa”, lamenta o pai.

O enterro será às 16h, no Cemitério da Saudade.

- Publicidade -

O crime

Débora Moreira Mori, 44, foi assassinada na tarde desta segunda-feira, 22. Ela estava em casa, onde também funciona o salão de beleza, quando foi encontrada por uma funcionária. De acordo com a Polícia Militar, essa funcionária viu dois rapazes saírem da casa e ligou para o 190.

- Publicidade -

Débora foi encontrada com as mãos amarradas para trás e com um corte no pescoço, provavelmente uma facada. A polícia suspeita de que ela conhecia a dupla, já que abriu o portão.   Os assassinos levaram jóias, celulares e dinheiro. Um deles, menor de idade, foi apreendido pela PM próximo à casa. Ele já havia assaltado uma farmácia no centro de Poços de Caldas, a mão armada, durante a manhã. A arma, uma garrucha, também está com a polícia.

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!