- Publicidade -
24.3 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Transexual é assassinada dentro de casa

- Publicidade -
Transexual foi vítima de latrocínio
Transexual foi vítima de latrocínio

A transexual e cabeleireira Débora Moreira Mori, 44, foi assassinada na tarde de hoje. Ela estava em casa, onde também funciona o salão de beleza, quando foi encontrada por uma funcionária. De acordo com a Polícia Militar, essa funcionária viu dois rapazes saírem da casa e ligou para o 190.

Débora foi encontrada com as mãos amarradas para trás e com um corte no pescoço, provavelmente uma facada. A polícia suspeita de que ela conhecia a dupla, já que abriu o portão.   Os assassinos levaram jóias, celulares e dinheiro. Um deles, menor de idade, foi apreendido pela PM próximo à casa. Ele já havia assaltado uma farmácia no centro de Poços de Caldas, a mão armada, durante a manhã. A arma, uma garrucha, também está com a polícia.

- Publicidade -

O amigo da vítima, Carlos Henrique Mizael, disse que não imagina quem possa ter cometido o crime, pois não soube de nenhuma ameaça ou inimizade da transexual. A hipótese de latrocínio, roubo seguido de morte, é a mais provável. “Estávamos com viagem marcada. Liguei para ela três vezes durante o dia e ela não atendeu. Achei estranho ela não retornar”, lamenta o amigo.

 

- Publicidade -

 

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!