- Publicidade -
20.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Corte de unhas

- Publicidade -
Os donos devem ter cuidado ao cortar as unhas dos cachorros
Os donos devem ter cuidado ao cortar as unhas dos cachorros

Um dos maiores motivos para as pessoas levarem seus animaizinhos ao pet shop é o corte de unhas.  Quando elas estão muito grandes podem danificar paredes, móveis e portas da casa. Muitas vezes até machucam os proprietários. O crescimento exagerado das unhas acontece principalmente com os animais que moram dentro de casa ou em ambiente com piso liso, pois quando eles tem acesso ao quintal ou passeiam bastante, o desgaste das unhas é natural, ficando sempre de tamanho adequado.

Devemos pensar duas vezes antes de cortar as unhas dos gatos, pois elas são uma de suas formas de defesa. Se seu gato tem acesso à rua, nunca corte suas unhas.  Existem “arranhadores” no mercado, que auxiliam na vontade que o gato tem de arranhar as coisas, deixando sua mobília em paz. Além disso, como eles têm a capacidade de retrair as unhas, dificilmente eles machucarão seus donos.

Tanto cães como gatos possuem um vaso sanguíneo por dentro da unha que é responsável pela sua nutrição. Quando as unhas são despigmentadas, ou seja, transparentes, é fácil observar esse vaso, que aparece como uma mancha rosada bem no centro da unha. Nestes casos se torna seguro cortá-las sem o risco de sangramentos. Porém, em cães que possuem unhas amarronzadas ou pretas, o que é característico de algumas raças, o cuidado deve ser redobrado. Muitas vezes as unhas parecem estar grandes, mas não podem ser cortadas por causa desse vaso. Por isso é importante sempre procurar ajuda de um profissional nos casos de dúvida. O sangramento das unhas pode ser intenso e demorar para parar.

Em alguns animais esse cuidado é essencial, pois unhas compridas enroscam em coisas que temos em casa e podem se quebrar. Alguns animais chegam a roer a própria unha quando ela está grande demais. As unhas compridas também podem dificultar a caminhada e causar infecções quando crescem, ao ponto de entrar na pele do animal. Animais idosos são mais susceptíveis a esses problemas, já que fazem menos atividades físicas.

- Publicidade -

Nos pet shops e clínicas veterinárias há profissionais capacitados e equipamentos adequados para fazer o corte das unhas. Eles saberão o que fazer no caso de uma emergência, caso a unha fique muito curta e comece a sangrar. Portanto, peça orientação se seu animal realmente precisa passar por esse procedimento. Acidentes podem acontecer, mas é sempre melhor tentar evitá-los.

*A autora é médica veterinária

Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!